Como é calculada a aplicação mensal ideal?

Ao configurar seus objetivos, você precisa dizer em qual data pretende concluí-los. A partir daí, levamos em consideração as curvas futuras, isto é juros e inflação, intervalo de confiança da projeção, aporte mensal, valor final do objetivo, retorno, alíquota do imposto de renda e risco esperados. Esse cálculo diz o quanto você precisa ter investido hoje para alcançar suas metas no prazo determinado.

Assim, toda vez que você faz uma nova aplicação, o dinheiro é distribuído para os seus objetivos conforme:

a) a ordem de prioridade que você definiu;

b) o valor necessário hoje para que, à medida que sua carteira for rendendo, você consiga atingir suas metas no futuro (o chamado valor presente do objetivo).

Caso seu objetivo principal esteja em dia, cada nova aplicação será contabilizada dentro dos demais objetivos de acordo com a ordem definida.

Atualizado há 1 ano atrás

Encontrou sua resposta?